MOLUSCOS EM SANTA CATARINA

Sem título

Santa Catarina, líder nacional em maricultura, responsável por 95% da produção nacional de todos os moluscos consumidos no Brasil, está proibida temporariamente de vender ostras, mexilhões, vieiras e berbigões em todo litoral catarinense, segundo informou a Secretaria do Estado da Agricultura e da Pesca na quinta-feira, 26 de maio. Camarões, siri e peixes estão liberados, já que o problema só atingiu moluscos.

A causadora da proibição foi a proliferação de algas nocivas do gênero Dinophysis. Estima-se que esta ocorrência seja a pior desde 2007, quando o Laboratório Oficial de Análise de Resíduos e Contaminantes em Recursos Pesqueiros (Laqua), ligado ao Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), começou a monitorar a região.

Os sintomas causados pelas toxinas em seres humanos são diarréia, náuseas, vômitos e dores abdominais. A proibição é positiva no sentido de garantir a segurança alimentar do consumidor.

A causa não é a poluição do mar, como muitos acreditam. A principal hipótese é que correntes marítimas do sul teriam trazido nutrientes que servem de alimento para as algas. A própria pesca da tainha, cuja safra tem batido recordes nas redes dos pescadores catarinenses, seria um indicador desse excesso de nutrientes.

Monitoramento – A cada dois dias, os agentes da Cidasc (Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina) coletam amostras da água. Constatado o problema, a frequência do monitoramento é intensificada. O MAPA possui um protocolo definindo o padrão de amostragem e manejo.

É necessário aguardar as mudanças climáticas e oceanográficas para verificar uma diminuição da proliferação das algas. A expectativa é de que elas desapareçam em alguns dias e que isto não gere prejuízo financeiro para os maricultores.

Esta ação é positiva e demonstra a preocupação dos órgãos competentes com a saúde pública.

Confira!

Leia mais

Veja também

EMBARCANDO NA REAL

Precisamos decidir, para o bem de todos, que a pesca não tem nada a ver ...

UMA PRAIA, UMA GAROTA, UM TUBARÃO

A praia é deslumbrante: uma baía pequena e isolada, com ondas de um azul-turquesa cristalino ...

SELO ARTE, CARCINICULTURA E CARDUME ASSOCIADO

Aberta consulta pública sobre boas práticas para concessão do Selo Arte a alimentos derivados do ...

O MACHADO DE KAFKA

“Penso que devemos ler apenas os livros que nos ferem, que nos apunhalam. Se o ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *