A IMPORTÂNCIA DA PESCA NO AGRONEGÓCIO

Sem títuloA pesca não é somente uma atividade primária. Ela envolve também indústrias de processamento, supermercados, peixarias, restaurantes, estaleiros, oficinas de manutenção, fornecedores de insumos, fábricas de gelo, enfim, é um universo com milhares de pessoas, centenas de profissões e com uma imensa rede de atividades associadas, por isso podemos considerar a atividade pesqueira muito importante para o agronegócio nacional e responsável pela geração de alimento, trabalho e renda para a população brasileira. Leia artigo do Comandante Flavio Leme, Assessor Técnico do SAPERJ e Presidente da Comissão Nacional da Pesca da CNA.

“A atividade pesqueira é de suma importância para o desenvolvimento socioeconômico do Brasil, tanto no aspecto estratégico, pela ação de presença na área marítima que engloba o Mar Territorial e a Zona Econômica Exclusiva, como no seu potencial para sociedade como geradora de alimento, emprego, renda e divisas para o país.

Nos últimos anos, a produção de pescado passou a merecer atenção especial no cenário mundial em decorrência do crescimento da demanda por alimentos ricos em proteínas e com baixo teor de gordura saturada, carboidrato e colesterol.

Sem título1

A carne de pescado se encaixa neste contexto e apresenta um grande nicho de mercado para consumo, pois, em sua forma industrializada ou in natura, pode atender as necessidades do consumidor em aspectos nutricionais (rico em proteínas e ácidos graxos), sensoriais (sabor agradável e suave) e de conveniência (fácil preparo em inúmeras formas de apresentação).

A produção pesqueira mundial tem aumentado de forma constante nas últimas cinco décadas. De acordo com a FAO atingiu níveis recordes em 2013 com um total de 160 milhões de toneladas. Em se tratando das proteínas animais, o pescado desponta, nos últimos anos, com a maior produção na comparação com bovinos, suínos e aves, demonstrando a importância do consumo desta proteína pela população mundial.

Ressalta-se, ainda, que o mercado mundial demandará até 2025 cerca de 50 milhões de toneladas/ano adicionais de pescado.

O pescado é uma das commodities alimentícias mais exportadas mundialmente, com desempenho econômico superior as demais, alcançando US$ 136 bilhões em 2013 (FAO, 2014), tendo representado o maior crescimento das duas últimas décadas nos países em desenvolvimento.

Em oposição ao cenário observado no âmbito mundial, no qual o pescado se destaca em relação as demais proteínas animais, no Brasil a produção do pescado é bem menos relevante, resultado de uma ausência histórica de investimentos para fortalecer a cadeia produtiva, agregando-lhe valor e conferindo-lhe maior competitividade frente aos demais produtos, bem como a ausência de políticas públicas direcionadas para a inserção da atividade pesqueira no agronegócio.

O agronegócio é de suma importância para a economia do país haja vista que em 2014 respondeu por 21% do PIB nacional, totalizando U$ 500 bilhões, sendo que a pecuária contribuiu com U$ 158.8 bilhões (32%) e a agricultura U$ 340.2 (68%). – Fonte CEPEA/USP.

Todavia a atividade pesqueira, equiparada à agrícola pela Lei 11959/2009 que dispõe sobre a Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável da Pesca, cuja produção estimada em 2014 foi de 1.325.000 toneladas de pescado, ainda não está inserida e contabilizada no cálculo do PIB do agronegócio.

A pesca não é somente uma atividade primária. Ela envolve também indústrias de processamento, supermercados, peixarias, restaurantes, estaleiros, oficinas de manutenção, fornecedores de insumos, fábricas de gelo, enfim, é um universo com milhares de pessoas, centenas de profissões e com uma imensa rede de atividades associadas, por isso podemos considerar a atividade pesqueira muito importante para o agronegócio nacional e responsável pela geração de alimento, trabalho e renda para a população brasileira.”

 

Flavio Leme

Assessor Técnico do SAPERJ

Presidente da Comissão Nacional da Pesca da CNA

 

 

Veja também

EMBARCANDO NA REAL

Precisamos decidir, para o bem de todos, que a pesca não tem nada a ver ...

UMA PRAIA, UMA GAROTA, UM TUBARÃO

A praia é deslumbrante: uma baía pequena e isolada, com ondas de um azul-turquesa cristalino ...

PESCADORES E MARINHEIROS

Pescadores portugueses estão à beira de um ataque de nervos. Comandante do porta-aviões USS Theodore ...

A PESTE E AS RUÍNAS

A peste é o nosso calcanhar de Aquiles. A tragédia está batendo em nossa porta ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *