PESCA ILEGAL DE ATUM

Quarenta e oito empresas de pesca assinaram um acordo para acabar com a pesca ilegal do atum até 2020, anunciou o Fórum Econômico Mundial.

“As empresas de pesca, varejistas e empresas afiliadas assinaram hoje a declaração de rastreabilidade ‘Atum 2020’, no qual se comprometem a impedir que o atum pescado ilegalmente chegue ao mercado” e a proibir o trabalho forçado no mar, indicou o organizador do Fórum de Davos em um comunicado.

Os signatários “comprometem-se a vetar a pesca ilegal, clandestina e não regulamentada em sua indústria, para eliminar o trabalho forçado nos navios de pesca e proteger a saúde dos oceanos e os meios de subsistência das comunidades pesqueiras”, aponta a declaração.

De acordo com a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), cerca de um terço das reservas mundiais de peixes de todas as espécies é vítima de pesca excessiva geralmente ilegal, que a cada ano representa perdas de cerca de 24 bilhões de dólares, ou 26 milhões de toneladas de pescados, para os pescadores, diz o comunicado.

 

Pacto contra pesca ilegal de atum 1

 

Pacto contra pesca ilegal de atum 2

 

Pesca ilegal de atum custa ao Pacífico €666 milhões por ano

 

Makers of tinned tuna brands join fight against illegal fishing

 

Veja também

UMA PRAIA, UMA GAROTA, UM TUBARÃO

A praia é deslumbrante: uma baía pequena e isolada, com ondas de um azul-turquesa cristalino ...

PEIXE MORTÍFERO

PEIXE MORTÍFERO Uma cidade do Japão transmitiu um alerta de emergência depois que porções potencialmente ...

UM MAR DE EVENTOS EM 2018

UM MAR DE EVENTOS EM 2018 Quem trabalha na produção, processamento ou comercialização de pescado ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *