Home » Destaques » PORTO DO AÇU E A PESCA

PORTO DO AÇU E A PESCA

Porto do Açu apresenta primeiros resultados do Projeto de Monitoramento da Pesca para colônias da região e Marinha. Projeto abrange São João da Barra, Campos dos Goytacazes e São Francisco de Itabapoana

Representantes das três colônias de pesca da região e da Capitania dos Portos em São João da Barra receberam em primeira mão, nesta semana, o balanço inicial do Projeto de Monitoramento da Pesca do Porto do Açu, lançado em abril deste ano. Com o objetivo de levantar dados sobre a produtividade, número e fluxo de embarcações pesqueiras, e aumentar a compreensão sobre a dinâmica do setor, o empreendimento desenvolveu o projeto de maneira voluntária, com o apoio da Braço Social Consultoria. A iniciativa, que terá duração de dois anos, conta com uma equipe de 12 pessoas, entre coordenação, equipe técnica e monitores locais. Depois de quatro meses de mobilização e coleta de dados, a primeira de um total de seis devolutivas previstas foi realizada especialmente para as lideranças pesqueiras, no Centro de Visitantes do Complexo Portuário.

“Nada mais pertinente do que apresentar os primeiros resultados do projeto para as colônias de pesca, que poderão compreender melhor o contexto em que atuam. Com os dados, a comunidade pesqueira vai ter uma informação mais apurada do volume de pescado de cada município, do funcionamento da atividade de forma geral e da importância que ela exerce sobre a economia do Norte Fluminense. O projeto também possibilita um melhor alinhamento entre as ações do Porto, do poder público e dos pescadores”, comentou Caio Cunha, gerente de Responsabilidade Social do Porto do Açu.

Todos os dados colhidos até agora foram repassados às lideranças da pesca, que receberão, nos próximos dias, um boletim impresso com todas as informações apresentadas.

“Eu quero parabenizar o Porto do Açu pela iniciativa e também a todos os pescadores que se empenharam em colaborar com o projeto, fornecendo os dados voluntariamente. A nossa missão é motivá-los a contribuir com o monitoramento e já foi possível perceber o resultado com este primeiro balanço. Vários estudos já foram feitos com as nossas comunidades pesqueiras e é a primeira vez que recebemos um retorno de fato. Em nome de todos, quero agradecer imensamente pelo trabalho realizado”, disse Diviane Chagas, presidente da colônia de pescadores de São Francisco de Itabapoana.

Os dados gerados pelo Projeto de Monitoramento da Pesca serão periodicamente compartilhados com o poder público, instituições do setor e comunidades pesqueiras, através de visitas programadas e informativos impressos.

 

Veja mais:

Porto do Açu e Pesca 1

Porto Açu e Pesca 2

 

O poder do Porto Açu

 

Fiperj e SJB em parceria para desenvolvimento da pesca

 

AgSJBarra realiza palestra para pescadores no Porto do Açu (RJ)

 

Pescadores fazem protesto no porto (em 2008)

 

Além disso, Verifique

SARDINHA E INSULTO

Setor da sardinha diz que parecer científico é um “insulto” aos sacrifícios dos pescadores. Isso ...

OSTRAS E MEXILHÕES

Toxina interdita cultivo de ostras e mexilhões em todo o litoral de Santa Catarina. Exames ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*