PESCADORES TRAÍDOS E IRADOS

PESCADORES TRAÍDOS E IRADOS

Pescadores ingleses temem ser traídos pelo acordo do Brexit.

Nos animados cais de Brixham, um porto do sudoeste da Inglaterra, cresce a angústia entre os pescadores, ao ver que suas preocupações estão ficando de lado nas negociações do Brexit, que eles tanto defenderam.

Sessenta e três por cento dos eleitores desta região votaram pela saída do Reino Unido da União Europeia. Uma clara maioria que demonstra a irritação provocada pelas cotas de pesca impostas pela UE, às quais os pescadores daqui frequentemente culpam pelo declínio da atividade.

Segundo um projeto de acordo publicado em março pelo governo britânico, o Reino Unido poderia continuar aplicando a política europeia sobre pesca durante os 20 meses em que vai durar o período de transição após a saída da UE, a partir de 29 de março de 2019.

Esta concessão despertou a ira dos pescadores. Alguns manifestaram sua reprovação subindo o Tâmisa até o Parlamento britânico, onde jogaram peixes no rio.

“Isto me deixa doente”, comenta, incomodado, Rick Smith, um pescador aposentado que dirige a Brixham Trawler Agents, instituição que organiza diariamente, na volta das embarcações, o leilão dos pescados. “Espero que façamos barulho suficiente para impedir que isto ocorra”, acrescentou.

Nos últimos anos, a indústria não para de cair na Grã-Bretanha por razões econômicas e políticas.

Desde 1938, o número de pescadores recenseados no Reino Unido diminuiu 75%. O número de embarcações caiu 29% desde 1996 para 6.191 barcos.

Um grande número de pescadores deixou sua atividade após a entrada em vigor das cotas da UE, que limitava a quantidade de peixes que podiam capturar em suas redes.

Nos anos 2000, o governo britânico também enviou barcos a diques secos e ajudou alguns pescadores a se reconverterem para manter as reservas sustentáveis. A pesca representa atualmente cerca de 0,4% do PIB britânico, segundo dados de 2016.

“Muitos barcos acabaram abandonados por causa das cotas”, lamenta Dave Banks, enquanto descarrega as caixas de pescado empilhadas em seu barco. “É asqueroso como se trata os pescadores há 40 anos”, afirma.

 

Leia mais:
https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/afp/2018/03/28/pescadores-ingleses-temem-ser-traidos-pelo-acordo-do-brexit.htm

Britain’s Fishing Industry and Brexit
 http://www.dw.com/en/britains-fishing-industry-and-brexit/av-41462419

‘We have been hijacked’: fishermen feel used over Brexit
https://www.theguardian.com/politics/2018/mar/23/we-have-been-hijacked-fishermen-feel-used-over-brexit

Britain’s fishing fleet and Brexit promises – key questions answered
http://blogs.lse.ac.uk/europpblog/2018/01/06/brexit-and-fishing-how-can-the-uk-deliver-a-successful-fisheries-policy-after-brexit/

Trilha Sonora: Don’t Look Back In Anger
https://www.vagalume.com.br/oasis/dont-look-back-in-anger-traducao.html

Veja também

UMA PRAIA, UMA GAROTA, UM TUBARÃO

A praia é deslumbrante: uma baía pequena e isolada, com ondas de um azul-turquesa cristalino ...

PALAVRA DO PRESIDENTE: NAVEGANDO NO NEVOEIRO

PALAVRA DO PRESIDENTE NAVEGANDO NO NEVOEIRO   Não é nenhum segredo. O atual momento que ...

TAINHA 2018: RECORDES DE CAPTURA

TAINHA 2018: RECORDES DE CAPTURA Pescadores fazem a maior captura de tainha do ano do ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *