MILÍCIA MARÍTIMA

Assembleia Legislativa quer que Capitania dos Portos evite ação da milícia marítima no litoral do Rio de Janeiro. Pescadores sem licença que atuam no litoral do Rio de Janeiro denunciam cobrança de propina por policiais: em Angra dos Reis, a liberação por uma rede custa R$ 500. Milícia lucra R$ 1,2 milhão com pesca de camarão rosa em período de defeso no litoral do Rio: grupo teria mais de 20 barcos em Angra dos Reis. Na beira do cais andam dizendo que o mar virou terra de ninguém, mar de ninguém, mar sem lei.

Leia reportagem de Marcos Nunes publicada pelo jornal “Extra” e pelo “O Globo”.

Pescadores da Baia de Guanabara começam a sofrer pressão de uma nova milícia. Praia das Pedrinhas, em São Gonçalo / Foto: Custódio Coimbra / Agência O Globo

 

Milícia cobra para permitir pesca na época do defeso, no Litoral do Rio / Foto: Custódio Coimbra / Agência O Globo

 

Na foto, Praia das Pedrinhas, na Baía de Guanabara em São Gonçalo / Foto: Custódio Coimbra / Agência O Globo

 

Na foto, um pescador legal captura um camarão na Costa Verde / Foto Marcelo Regua / Agência O Globo

A Comissão de Representação para Acompanhar o Cumprimento das Leis da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) enviou ofício para a Capitania dos Portos, solicitando providências para garantia dos direitos dos pescadores, que estão sendo vítimas da milícia marítima, no litoral do Rio de Janeiro.

            O bando seria formado por maus policiais e agentes públicos federais de órgãos ainda não identificados.

            O mesmo documento, assinado pelo presidente da comissão, deputado Carlos Minc, também pede a punição dos envolvidos na extorsão praticada contra quem tira o sustento do mar, e alerta ainda que grupos milicianos têm abordado embarcações no mar para fiscalizar e extorquir quem não tem o Registro Geral de Atividade Pesqueira (RGP).

O RGP é obrigatório para exercer a atividade de pesca profissional artesanal, mas está com a emissão suspensa, há três anos, pelo governo federal para implantação de correções no sistema. Conforme o “Extra” vem revelando, os pescadores que são flagrados por maus policiais sem o documento, estão sendo obrigados a pagar taxas que variam de R$ 250 a mil reais por cada rede encontrada na embarcação.

O dinheiro é exigido para o material de pesca não ser apreendido e ainda ninguém ser levado para uma delegacia.

As extorsões acontecem no mar, no trecho entre Angra dos Reis, na Costa Verde e a Baía de Guanabara, na Região Metropolitana do Rio.

Pescadores relataram ainda que a milícia marítima também cobra valores que chegam até R$ 4 mil para quem é flagrado pescando no período de defeso (época em que a pesca é proibida para fins de reprodução).

Já no mar de Angra do Reis e na Baía da Ilha Grande, a milícia explorou na época do defeso, nos últimos meses de março, abril e maio, a pesca do camarão rosa.

Segundo denúncias de pescadores, uma frota de pelo menos 20 barcos irregulares, que partem de pontos como Pedra de Guaratiba e Sepetiba, na Zona Oeste do Rio, foi usada na captura ilegal do crustáceo. A estimativa é a de que o bando lucrou R$ 1, 2 milhão com o negócio irregular no referido trimestre.

A presença de barcos irregulares na Baía da Ilha Grande e no mar de Angra dos Reis também foi comunicada pelos pescadores ao Ibama, durante uma reunião, feita no início de março, na Secretaria de Agricultura, Aquicultura e Pesca de Angra dos Reis. Os casos já estão sendo investigados pelo Ministério Público federal.

 

Alerj quer que Capitania dos Portos evite ação da milícia marítima no litoral do Rio de Janeiro

https://extra.globo.com/casos-de-policia/alerj-quer-que-capitania-dos-portos-evite-acao-da-milicia-maritima-no-litoral-do-rio-de-janeiro-23102390.html

 

Milícia já cobra taxa de pescadores no litoral do Rio de Janeiro

https://extra.globo.com/casos-de-policia/milicia-ja-cobra-taxa-de-pescadores-no-litoral-do-rio-de-janeiro-23095083.html

 

Milícia lucra R$ 1, 2 milhão com pesca de camarão rosa em período proibido no litoral do Rio

https://extra.globo.com/casos-de-policia/milicia-lucra-1-2-milhao-com-pesca-de-camarao-rosa-em-periodo-proibido-no-litoral-do-rio-23098841.html

 

Como a reportagem começou no Ancelmo Gois

https://blogs.oglobo.globo.com/ancelmo/post/milicia-maritima-e-denunciada-na-alerj.html

 

 

Veja também

CNA: O AGRONEGÓCIO NA VISÃO DE QUATRO PRESIDENCIÁVEIS

Quatro dos candidatos à presidência da República nas Eleições Gerais de outubro manifestaram suas opiniões ...