TUDO POR AMOR

Círculos “misteriosos” são encontrados no fundo do mar do Japão.

Círculos bizarros: um pequeno peixe é o artista que, com suas nadadeiras, cria padrões na areia para atrair as fêmeas / Reprodução/NHK

Lembra do filme “Sinais”, em que círculos estranhos apareciam em meio à plantação de milho? Foi mais ou menos nisso que pensou o fotógrafo Yoji Ookata quando descobriu padrões estranhos na areia, a cerca de 25 metros de profundidade, na costa do Japão.

Ookata é um mergulhador experiente que há 50 anos explora o fundo do mar para registrar os mais diversos tipos de vida marinha. Mas em todo esse tempo, ele nunca havia visto nada semelhante. Intrigado, o fotógrafo resolveu chamar alguns colegas da NHK, rede de televisão japonesa, e fazer um documentário sobre o achado.

E se eles esperavam encontrar ETs ou antigas civilizações, devem ter se frustrado ao encontrar o responsável por todos aqueles círculos bizarros. Um pequeno peixe é o artista que, com suas nadadeiras, cria padrões na areia.

O motivo é nobre: mais do que “trollar” mergulhadores, o peixinho busca a atenção das fêmeas, que são atraídas pelos vales de areia. A sabedoria da natureza vai longe: uma vez conquistada, a fêmea coloca seus ovinhos em um lugar muito bem protegido: no centro do círculo.

Um poeta arquiteto, esse peixe.

 

Veja vídeo

Sinais

Veja também

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Ser mulher no mundo nunca foi fácil, desde aquele dia muito antigo em que fomos ...

CAVEIRÃO MANGANGÁ

Parte inferior do formulário Novo ‘caveirão do mar’, a lancha ‘Mangangá’ é usada no combate ...