NOTICIAS DA MARINHA DO BRASIL

Operação Verão 2018/2019. Lançamento do Submarino  Riachuelo. Equipe brasileira de natação.

Crédito: Marinha do Brasil

 

Submarino Riachuelo, o primeiro de uma série de quatro submarinos convencionais e um nuclear que estão sendo construídos pela Marinha do Brasil / Foto: Marinha do Brasil

 

Equipe brasileira vencedora da prova de revezamento 4x200m / Foto Marinha do Brasil

A partir do dia 21 de dezembro, a Marinha do Brasil inicia a Operação Verão 2018/2019, uma campanha voltada para a intensificação de ações de conscientização e de fiscalização do tráfego aquaviário nas áreas de maior concentração de embarcações, sobretudo as de esporte e recreio e de turismo náutico, por ocasião de férias e feriados prolongados.

De acordo com informações da Diretoria de Portos e Costas, a principal causa dos acidentes em embarcações de esporte e recreio é a falha humana, o que por vezes pode resultar em consequências irreversíveis.  Para minimizar a possibilidade da ocorrência de desastres náuticos, a Operação Verão 2018/2019 traz como mote a valorização da vida e a responsabilidade do proprietário e do condutor da embarcação, especialmente durante as atividades de lazer.

Com o conceito “Segurança da Navegação: quem valoriza a vida, respeita”, a mensagem chega ao público com uma linguagem reflexiva, retratada em imagens de situações de risco, acidentes e suas possíveis consequências. As peças frisam a importância de se adotar atitudes conscientes para prevenir acidentes e garantir a integridade física dos tripulantes, dos passageiros e dos banhistas, promovendo a divulgação das principais regras de navegação e a importância do seu cumprimento para quem deseja aproveitar a época mais quente do ano com segurança.

Submarino Riachuelo – A Marinha tem motivos para comemorar. Depois de dez anos de desenvolvimento e alguns atrasos, vai ao mar, no dia 14 de dezembro, o submarino S-Br Riachuelo, uma adaptação do modelo francês Scorpène, construído totalmente no Brasil no Complexo Naval de Itaguaí, no Rio de Janeiro, com a mais avançada tecnologia disponível no mundo. O Riachuelo está em fase de acabamento e é o primeiro de uma série de cinco submergíveis que serão produzidos no país nos próximos dez anos.

Haverá mais três embarcações convencionais com propulsão diesel-elétrica do mesmo modelo, que serão batizados de Humaitá, Tonelero e Angostura, todos nomes de batalhas navais da Guerra do Paraguai, a serem entregues até 2023. E o Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub), que dá seu primeiro fruto agora, será coroado pela construção do primeiro submarino nuclear brasileiro, previsto para ser entregue em 2029, o SN-BR Álvaro Alberto, em homenagem ao almirante pioneiro na criação do programa nuclear. Apenas cinco países do mundo detém a tecnologia para a produção de submarinos nucleares e o Brasil está mais próximo desse seleto grupo.

Equipe brasileira de natação – No período de 11 a 16 de dezembro, foi realizado o Campeonato Mundial de Natação em piscina curta em Hangzhou, China. Durante a competição, a prova de revezamento 4x200m livre foi vencida pela equipe brasileira, que contou com a participação do Sargento Luiz Altamir, que estabeleceu o novo recorde Mundial da prova. Além desse resultado, o militar foi o sexto colocado nos 200m borboleta. Na competição, a Marinha ainda foi representada pelos Sargento Brandonn Almeida, que conquistou o bronze nos 400m Medley; Sargento Etiene Medeiros, bronze nos 50m Livre; Sargento Daiene Dias, bronze nos 100m Borboleta; e Sargento João Gomes.

            A Terceiro-Sargento Etiene Medeiros encerrou a coleção de medalhas do país na disputa pelo bronze nos 50m livre. A primeira brasileira a conquistar ouro em Mundiais (tanto em piscina longa quanto em piscina curta) alcançou dessa vez um pódio inédito no nado livre. Todas as outras sete vezes que ficou entre as três melhores do mundo foram em provas no nado costas, seja individual ou em revezamento.

            Com os resultados, o Brasil encerrou a participação no Mundial de Hangzhou em 9º lugar no quadro de medalhas, com 8 no total, sendo duas de ouro e seis de bronze.

 

 Operação Verão 2018/2019

https://www.marinha.mil.br/dpc/sites/www.marinha.mil.br.dpc/files/releases/Release%20Op%20VERAO%202018_2019%20com%20brasao%20MB_2.pdf

 

Submarino Riachuelo

http://www.mar.mil.br/hotsites/riachuelo/

 

Equipe Brasileira de Natação

https://www.marinha.mil.br/noticias/equipe-brasileira-de-natacao-estabelece-novo-recorde-mundial-no-revezamento-4-x-200m

 

Veja também

NO MAR DOS OUTROS

Fragata do Uruguai abriu fogo contra barco pesqueiro do Brasil, o “Tatuíra”. Barco foi apreendido ...

FORÇA DE SUPERFÍCIE

Marinha desprioriza submarino nuclear para investir nos meios de superfície.     A chamada Alta ...