PESCA SUSTENTÁVEL

PESCA SUSTENTÁVEL

GT 445 debate estratégias para redução de ‘bycatch’ de espécies ameaçadas na última reunião de 2018. . Esclarecimento sobre a 5ª Sessão Ordinária CPG Pelágicos.

No encontro, foram apresentadas estratégias para a redução do bycatch (capturas incidentais) de espécies ameaçadas em pescarias comerciais / Imagem: Rádio Guaíba

 

O termo “peixe pelágico” é derivado do lugar em que eles habitam. Esta zona é uma área do mar ou oceano, que não faz fronteira com a superfície inferior / Imagem: DeBorahnormansoprano.com

 

Foi realizada nos dias 03 e 04 de dezembro, em Brasília, a 7ª Reunião do Grupo de Trabalho da Portaria 445, do Ministério do Meio Ambiente (MMA), sobre espécies aquáticas ameaçadas de extinção. O evento marcou o último encontro do ano dos membros do grupo e contou com a apresentação de um resumo dos trabalhos realizados ao longo de 2018.

No encontro, foram apresentadas estratégias para a redução do bycatch (capturas incidentais) de espécies ameaçadas em pescarias comerciais.  O grupo está trabalhando também em um modelo para monitorar a implantação das medidas presentes nos planos de recuperação de espécies ameaçadas publicados pelo MMA em julho deste ano. Nestes planos, medidas que aprimoram o ordenamento da pesca são apresentadas e devem ser monitoradas.

“A atuação do grupo de trabalho é fundamental. Esperamos que em 2019, os planos de recuperação de espécies publicados este ano sejam implementados e que sejam adotadas medidas efetivas para redução de bycatch e para o monitoramento pesqueiro. O governo que se aproxima precisa compreender a importância deste grupo como espaço para se debater as estratégias para recuperarmos nossos estoques, hoje considerados ameaçados de extinção”, afirmou Martin Dias, diretor científico da ONG Oceana no Brasil.

CPG PELÁGICOS – Nos dias 21 e 22 de novembro de 2018 foi realizada a 5ª Sessão Ordinária do CPG Pelágicos SE/S, no Pavilhão de Metas onde está localizada a DPOP/SEAP-PR. Na ocasião, os membros do referido Comitê e representantes do Conepe, do SITRAPESCA, da CONTTMAF e também o representante da Secretaria da Pesca de Itajaí/SC apresentaram demandas para uma discussão mais ampla sobre a adoção de cota zero de tainha para o setor industrial no ano de 2019 devido ao tema envolver a “sustentabilidade da captura da tainha no litoral catarinense”.

 

GT 445  
https://brasil.oceana.org/pt-br/imprensa/comunicados-a-imprensa/gt-445-debate-estrategias-para-reducao-de-bycatch-de-especies

CONEPE NO CPG PELÁGICOS
http://www.conepe.org.br/

PEIXE PELÁGICO
https://pt.deborahnormansoprano.com/novosti-i-obschestvo/73022-pelagicheskie-ryby-vidy-i-opisanie.html

Veja também

UMA PRAIA, UMA GAROTA, UM TUBARÃO

A praia é deslumbrante: uma baía pequena e isolada, com ondas de um azul-turquesa cristalino ...

MARINHA DO BRASIL: ECONOMIA AZUL

A Economia Azul desponta como a nova fronteira da economia mundial. Ela se baseia no ...

MULTA DE MEIO MILHÃO

“Multa de meio milhão por dia! É pauleira. Paulada em cachorro vira-lata. Pra aleijar. O ...