ATRAVESSANDO OS ATRAVESSADORES

ATRAVESSANDO OS ATRAVESSADORES

Imagine se você pudesse encurtar até 10 atravessadores na cadeia de compra do pescado?

Fishtag quer “encurtar caminho entre compradores e vendedores” de pescado / Crédito: Seafood Brasil

 

Marketplace do pescado / Crédito: Seafood Brasil

 

Imagine se você pudesse encurtar até 10 atravessadores na cadeia de compra do pescado? Esta é a proposta da Fishtag, uma ferramenta recém-lançada que pretende oferecer serviços integrados e permitir que os produtores e o cliente final “cortem os intermediários”, entregando produtos porta a porta a um preço melhor e com rastreabilidade.

O projeto foi idealizado pela dupla Cesar Calzavara, veterinário e mestre em recursos pesqueiros e aquícolas há 12 anos na indústria, e Barbara Granek, ex-executiva de multinacionais de alimentos que teve a ideia após um MBA no MIT Sloan School of Management (EUA).

Em entrevista à Seafood Brasil, Granek contou que a Fishtag surgiu não apenas da ideia de encurtar a cadeia, mas também levou em consideração aspectos como preços, já que hoje os produtores arcam com todos os custos e riscos, na visão dela.

A ideia não é tirar totalmente o intermediário, mas ter uma plataforma em que os produtores possam colocar seus peixes à venda para quem quiser comprar, inclusive um distribuidor. “O foco são os restaurantes para encurtar a cadeia, mas pode ser um intermediário também”, explicou a co-fundadora.

A ferramenta já está cadastrando antecipadamente os produtores, para que o peixe comercializado seja legal com todos os registros e certificados de requerimento para a venda do produto. “E essa informação da qualidade precisa chegar do produtor ao restaurante” disse.

Marketplace do pescado – Granek explica que a ferramenta se baseia em 4 pilares.

O primeiro é marketplace, com a função de conectar um grande número de pessoas.

O segundo pilar se trata da logística.

A terceira base da ferramenta é a qualidade.

A forma de pagamento completa a lista: “O pagamento será via plataforma, como qualquer compra na internet: paga e recebe. Então o produtor fica mais seguro”, comentou Granek.

 Resultados e novos caminhos – O pré-lançamento foi além das expectativas. “A experiência comprovou a certeza de que a qualidade do peixe seria muito superior, com um preço acessível. E já temos cadastros de restaurantes do Rio Grande do Sul até Rondônia”, finalizou Barbara Granek.

 

Leia mais sobre Fishtag
http://seafoodbrasil.com.br/fishtag-quer-encurtar-o-caminho-entre-compradores-e-vendedores-de-pescado/

Saiba como funciona comércio de peixes no Brasil
http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/saiba-como-funciona-comercio-de-peixes-no-brasil,8bc238e243312510VgnVCM1000004c00210aRCRD

Veja também

UMA PRAIA, UMA GAROTA, UM TUBARÃO

A praia é deslumbrante: uma baía pequena e isolada, com ondas de um azul-turquesa cristalino ...

MARINHA DO BRASIL: ECONOMIA AZUL

A Economia Azul desponta como a nova fronteira da economia mundial. Ela se baseia no ...

MULTA DE MEIO MILHÃO

“Multa de meio milhão por dia! É pauleira. Paulada em cachorro vira-lata. Pra aleijar. O ...