VEGETAIS MARINHOS E OUTROS LANCES

VEGETAIS MARINHOS E OUTROS LANCES

A culinária de origem vegetal, desperdício zero e pratos de inspiração global estão entre as principais tendências para 2019, juntamente com o CBD (alimentos e bebidas com infusão de cannabis). Você consome algas? Conheça os tipos, benefícios e como usar.

Pesquisa aponta vegetais marinhos entre as tendências gastronômicas 2019 nos EUA / Crédito: Seafood Brasil

 

Algas secas em placa – Crédito: iStock

Alga nori pronta para ser usada em sushis ou temakis – Crédito: iStock

Maconha agora é parte da dieta / Foto: Roberta Malta

 

A culinária de origem vegetal, desperdício zero e pratos de inspiração global estão entre as principais tendências para 2019, juntamente com o CBD (alimentos e bebidas com infusão de cannabis). Estes são alguns dos itens apontados pelos chefs da American Culinary Federation para a pesquisa What’s Hot da National Restaurant Association dos EUA.

Os resultados indicam que vegetais e alimentos com base de vegetais não são mais apenas foco do público vegetariano, outros públicos também estão optando cada vez mais por este tipo de comida. Na pesquisa, três dos 15 itens mais quentes são salsichas e hambúrgueres à base de vegetais, culinária vegetariana e proteínas vegetais.

Segundo Rosa Moraes, diretora de Gastronomia da Laureate Brasil, rede da qual fazem parte a Universidade Anhembi Morumbi e o Centro Universitário FMU/FIAM-FAAM, os vegetais marinhos, como o kelp (alga), o arroz “proibido” da cor púrpura, cheio de antioxidantes, proteínas e fibras estão entre os ingredientes em alta para este ano.

Para a diretora, além do seu cultivo sustentável, os ingredientes apontados oferecem sabores e possibilidades gastronômicas populares da culinária asiática e nórdica. “Estou certa, têm tudo para fazer sucesso em terras brasileiras”, comentou.

De acordo com os resultados do estudo, 77% dos chefs apontaram as bebidas com infusão de cannabis (CBD) ou canabidiol como a primeira tendência. Quase 76% dos chefs indicaram que a comida CBD como a segunda mais popular. E 70% classificaram o desperdício zero de cozimento como a terceira tendência da lista.

A pesquisa é anual e contempla 140 itens – desde o café da manhã durante todo o dia até a culinária sem desperdício – 30% a 40% dos alimentos produzidos nos EUA acabam na lixeira, segundo o USDA. Depois eles identificam o que será tendência de alimentos e bebidas para o ano seguinte.

 

Vegetais marinhos

http://seafoodbrasil.com.br/vegetais-marinhos-como-alga-estao-entre-tendencias-gastronomicas-americana-em-2019/

20 tendências gastronômicas para 2019

https://forbes.uol.com.br/forbeslife/2019/01/20-tendencias-gastronomicas-para-2019/#foto2

Whole Foods anuncia as principais tendências alimentares de 2019

https://organicsnewsbrasil.com.br/bem-estar/saude/alimentacao/whole-foods-anuncia-as-principais-tendencias-alimentares-de-2019/

Você consome algas? Conheça os tipos, benefícios e como usar

https://menudodia.blogosfera.uol.com.br/2018/10/25/voce-consome-algas-conheca-os-tipos-beneficios-e-como-usar/

Pratos com maconha, carnes alternativas, sabores azedos e outras tendências gastronômicas para 2019

https://revistamarieclaire.globo.com/Blogs/Sem-Medida/noticia/2019/01/tendencias-o-que-esperar-da-gastronomia-em-2019.html

 

Veja também

UMA PRAIA, UMA GAROTA, UM TUBARÃO

A praia é deslumbrante: uma baía pequena e isolada, com ondas de um azul-turquesa cristalino ...

IMPASSE SOBRE A SAFRA DA TAINHA

 Ninguém esperava a supersafra que ocorreu em 2018, que resultou em grandes capturas em um ...

BOLSONARO QUER REDUZIR FROTA DE PESCA NO BRASIL

O secretário de Aquicultura e Pesca, Jorge Seif Junior, garante que a medida não contraria ...