A ENERGIA DO OCEANO VAI MUITO ALÉM DE CHERNOBYL

Grandes grupos de pesquisa estão focados na energia dos oceanos, uma revolução que vem do mar e que pode garantir energia limpa para milhões de pessoas. O Mar é maior que Itaipu. O Oceano vai muito além de Chernobyl.

Surfista numa onda gigante em Nazaré, Portugal. As ondas do mar podem ser fonte de eletricidade / Imagem: Adrenalina10
Inna Braverman foi uma das crianças afetadas pelo acidente nuclear de Chernobyl. Este acontecimento influenciou a sua paixão pelas energias renováveis, o que fez com que aos 24 anos fundasse a Eco Wave Power e desenvolvesse uma tecnologia para extrair energia das ondas oceânicas e marinhas e convertê-la em eletricidade / Imagem: Expresso Portugal
Quando o assunto é energia renovável, o Brasil se destaca por ser o segundo país do mundo a gerar grande quantidade de energia através das hidrelétricas, perdendo apenas pra China. Nos últimos dez anos, a energia eólica também avançou bastante, representando hoje 11% da energia nacional. Agora o Brasil corre em direção a uma nova fonte de energia renovável. Uma fonte tão abundante quanto o rio, os ventos e o sol: o mar / Desde 2001, um grupo de pesquisadores da Coppe-UFRJ vem estudando a geração de energia através das ondas / Imagem: Divulgação Coppe/UFRJ

Inna Braverman foi uma das crianças afetadas pelo acidente nuclear de Chernobyl – sofreu uma paragem respiratória e esteve em morte clínica. Este acontecimento influenciou a sua paixão pelas energias renováveis, o que fez com que aos 24 anos fundasse a Eco Wave Power e desenvolvesse uma tecnologia para extrair energia das ondas oceânicas e marinhas e convertê-la em eletricidade.

“Sofri uma paragem respiratória e estive em morte clínica, pelo que posso dizer que tive sorte, mas muitas crianças e adultos de Chernobyl não tiveram tanta sorte. Ainda hoje podemos ver os efeitos da explosão na saúde das pessoas. Este acontecimento influenciou decisivamente a minha paixão pelas energias renováveis.”

Essa paixão tem nome: Eco Wave Power, a empresa que ela própria fundou em 2011, com apenas 24 anos, e que desenvolveu uma tecnologia para extrair energia das ondas oceânicas e marinhas e convertê-la em eletricidade.

A energia das ondas é extraída através de flutuadores que aproveitam as oscilações do nível do mar. Esses flutuadores estão presos por uns braços resistentes a estruturas construídas pelo homem, como quebra-mares, cais, molhes, postes ou plataformas. O movimento dos flutuadores permite que uma estação localizada em terra, como uma central elétrica normal, converta a energia desse movimento em pressão, que se utiliza para fazer girar um gerador e produzir eletricidade.

Atualmente, a EcoWave tem projetos em marcha em Gibraltar, Reino Unido, Israel, México, China, Chile, entre outros países, e está certa de que continuará a crescer, uma vez que a energia ondomotriz é completamente limpa e renovável.

 No Brasil – A principal vantagem da usina de ondas é o potencial de aproveitamento energético. Só a costa brasileira tem em torno de 14GW de potencial. As usinas offshore podem representar um grande avanço na geração de energia para ilhas distantes ou locais de difícil acesso e próximos do mar.

Grandes grupos de pesquisa estão focados na energia dos oceanos, uma revolução que vem do mar e que pode garantir energia limpa para milhões de pessoas. Na corrida tecnológica, o Brasil está avançando e, se depender dos pesquisadores da Coppe-UFRJ é daqui que vai despontar o modelo de usina de ondas mais competitivo do mundo. O professor Sengen acredita que em breve as fontes de energia fóssil vão ser totalmente substituídas pelas fontes renováveis e a energia dos oceanos pode fazer a diferença.

A mulher que veio de Chernobyl para criar eletricidade com as ondas

https://expresso.pt/vodafonefuture/ciencia/2019-07-16-A-mulher-que-veio-de-Chernobyl-para-criar-eletricidade-com-as-ondas

O Brasil avança nos testes com a Energia das Ondas ou Ondomotriz

https://www.renenergyobservatory.org/br/single-news/ondomotriz.html

Os filhos dos filhos de Chernobyl que Portugal adotou (mas só durante o verão)

Os filhos dos filhos de Chernobyl que Portugal adotou (mas só durante o verão)

Chernobyl’: relato poderoso do que acontece quando duvidamos da ciência

 https://www.hypeness.com.br/2019/05/serie-chernobyl-e-relato-poderoso-do-que-acontece-quando-duvidamos-da-ciencia/

Veja também

UMA PRAIA, UMA GAROTA, UM TUBARÃO

A praia é deslumbrante: uma baía pequena e isolada, com ondas de um azul-turquesa cristalino ...

O PEIXE DENTRO DE NÓS

Somos todos Filhos de Gaia, da Mãe Terra, o verme, o peixe, o tigre, o ...

FÁBIO HAZIN E O MONITORAMENTO DE TUBARÕES

“Já aconteceu de marcarmos tubarões em Fernando de Noronha e sua marca ser recuperada na ...