CHOCANTES PAPOS ELETRIZANTES

O impactante vídeo do eletrochoque contra a invasão de carpas asiáticas nos EUA.  Proibida no resto do mundo, pesca elétrica divide europeus. Os Peixes Elétricos da Amazônia.

As carpas asiáticas estão literalmente devorando os rios e lagos de Kentucky (Estados Unidos). O vídeo dos efeitos do shocking boat, como foi batizado o barco eletrocutador, / Imagem: El País
Exemplo de rede equipada para a pesca elétrica na Europa / Crédito: RFI
Um poraquê de 90 cm pode produzir uma descarga de, aproximadamente, 350 volts. Quando ele está em perigo essa voltagem pode subir para 600 volts. Sua descarga elétrica é tão forte, que pode até matar um ser humano. De todos os peixes brasileiros, o poraquê é o único que usa esta arma na busca pela sobrevivência / Imagem: Mega Arquivo

As carpas asiáticas estão literalmente devorando os rios e lagos de Kentucky (Estados Unidos). O número de exemplares já é incalculável, (cada fêmea pode botar até um milhão de ovos por ano) e eles estão encurralando as espécies de carpas locais. Por isso, os responsáveis do Departamento de Pesca e Vida Selvagem do Estado tomou uma decisão drástica e cruel: eletrocutar os peixes na água. O vídeo dos efeitos do shocking boat, como foi batizado o barco eletrocutador, é impactante.

No entanto a medida é temporária, já que está sendo construída uma espécie de muro sônico para impedir que estes grandes e vorazes peixes invadam os canais fluviais e outros espaços reservados para espécies nativas. A carpa asiática foi introduzida nos EUA para o controle de algas e parasitas de fazendas aquáticas no Arkansas. De lá elas conseguiram chegar aos rios Mississippi, Illinois e Missouri, e se espalhou para os lagos. Agora parece imparável.

A pesca elétrica é proibida praticamente no mundo inteiro, à exceção de uma área ao sul do Mar do Norte, na Europa, onde é autorizada há desde 2006, a título experimental. Como o nome indica, a modalidade utiliza a eletricidade para capturar o maior número possível de peixes e outros seres marinhos. Com os choques, eles ficam desorientados e não morrem, mas podem sofrer lesões sérias que, com frequência, acabam inutilizando a carne para o consumo.

Aquele que põe para dormir”. Esse é o significado do nome do peixe amazônico poraquê (Electrophorus electricus). Mas não se engane! Isso não tem nada a ver com canções de ninar. O poraquê é temido pelos ribeirinhos e é capaz de derrubar um cavalo. Mas como isso acontece? Se prepare, porque a resposta é “eletrizante”!

O poraquê possui células modificadas capazes de gerar eletricidade, os eletrócitos. Quando ameaçado, produz uma descarga elétrica que pode chegar a 500 volts, o suficiente para matar um homem adulto. O choque é terrível: os músculos se contraem de forma tão intensa que é impossível controlar os movimentos. Os órgãos internos são danificados, o coração entra em colapso e, finalmente, para de bater. Essa habilidade lhe rendeu outro nome: peixe-elétrico.

Vídeo chocante

https://brasil.elpais.com/brasil/2019/08/01/ciencia/1564647879_386407.html

 

Kentucky is using ‘shocking’ boats to show just how bad its Asian carp problem is

https://edition.cnn.com/2019/07/31/us/asian-carp-kentucky-scn-trnd/index.html

Proibida no resto do mundo, pesca elétrica divide europeus

http://br.rfi.fr/europa/20180118-proibida-no-resto-do-mundo-pesca-eletrica-divide-europeus

Os Peixes Elétricos da Amazônia

 

Poraquê, o peixe-elétrico da Amazônia

7282 – Biologia – Poraquê, o peixe-elétrico da Amazônia

Poraquê, o peixe-elétrico que mata com choques de 500 volts

Poraquê, o peixe-elétrico que mata com choques de 500 volts

Veja também

UMA PRAIA, UMA GAROTA, UM TUBARÃO

A praia é deslumbrante: uma baía pequena e isolada, com ondas de um azul-turquesa cristalino ...

A BALSA DO SEXO

A ‘balsa do sexo’, um dos experimentos mais estranhos de todos os tempos. Em 1973, ...

PESCA SUSTENTÁVEL NA AMÉRICA LATINA E NO MUNDO

O quarto encontro da Aliança Latino-Americana de Pesca Sustentável e Segurança Alimentar, realizado em Mar ...