DEFESOS E SOLUÇÕES

Santa Catarina busca soluções para viabilizar a pesca de camarão. / Confira outros defesos.

 

A safra do camarão vai de setembro a fevereiro e existe uma frota da pesca industrial catarinense que depende dessa atividade / Foto: Divulgação/ Sindipi

 

Na véspera do início da safra, os pescadores catarinenses estão preocupados com as novas normas para a pesca de arrasto no Rio Grande do Sul. Representantes do setor pesqueiro, o secretário Nacional de Aquicultura e Pesca, Jorge Seif Junior, e o secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Ricardo de Gouvêa, estiveram juntos nesta quinta-feira, 8, para discutir a questão.

No final de 2018, o Estado do Rio Grande do Sul aprovou uma lei proibindo a pesca de arrasto até 12 milhas náuticas – até então a distância aprovada era de 3 milhas náuticas. Segundo os pescadores, essa regra restringe a captura de camarão na região.

“Essa questão interfere demais na vida e na economia de Santa Catarina. O Rio Grande do Sul está legislando em áreas que nos prejudicam muito”, destaca o diretor de Pesca e Aquicultura de Itajaí, Rodrigo Silveira.

A partir de agora, a questão será tratada em nível federal. Segundo o secretário nacional da Pesca, Jorge Seif Junior, há uma aproximação com o Rio Grande do Sul para reverter essa situação. Caso contrário, a Advocacia-Geral da União (AGU) levará o assunto ao Supremo Tribunal Federal (STF). “Nós queremos a união dos estados, mas algumas questões não podem esperar. A safra do camarão começa em setembro e o camarão não irá esperar, assim como as contas dos pescadores não irão esperar”, explica.

A safra do camarão vai de setembro a fevereiro e existe uma frota da pesca industrial catarinense que depende dessa atividade. “O Governo do Estado está atento às demandas do setor e colocamos a nossa equipe à disposição para ir em busca de uma solução definitiva”, declara o secretário da Agricultura, Ricardo de Gouvêa.

A Secretaria Nacional trabalha em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) no Projeto Rebyc para construir planos de manejo para pesca de camarão.

 

Defeso camarão e busca de soluções

https://www.sc.gov.br/index.php/noticias/temas/agricultura-e-pesca/santa-catarina-busca-solucoes-para-viabilizar-a-pesca-de-camarao

 Período de defeso do Cherne-verdadeiro e do Peixe-batata

http://www.sindipi.com.br/post/periodo-de-defeso-do-cherne-verdadeiro-e-do-peixe-batata

Novos defesos em vigor 2019

http://www.conepe.org.br/noticias/70

Regulamento Técnico: Camarões

http://sindipi.com.br/post/regulamento-tecnico-camaroes

Regulamento Técnico: Lagosta

http://sindipi.com.br/post/regulamento-tecnico-lagosta

 

Veja também

UMA PRAIA, UMA GAROTA, UM TUBARÃO

A praia é deslumbrante: uma baía pequena e isolada, com ondas de um azul-turquesa cristalino ...

MITOS E VERDADES SOBRE PESCADO

Quem acha que o brasileiro só come pescado na Semana Santa e o Natal está ...

O SUBMARINO, O OVO E O BARCO BÊBADO

 “O Capitão Nemo resolveu descer com o seu ‘Nautilus‘ para as maiores profundidades com o ...