SUBMARINO “RIACHUELO” REALIZA TESTE DE IMERSÃO ESTÁTICA

Os testes em ambiente operacional do “Riachuelo” representam mais um passo importante no cronograma do ProSub, um programa alinhado à Estratégia Nacional de Defesa. Além de contribuir para o fortalecimento do Poder Naval brasileiro, o ProSub prioriza a aquisição de componentes fabricados no País.

O Submarino “Riachuelo”, primeiro dos quatro submarinos de propulsão diesel-elétrica em construção no âmbito do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB), foi submetido, com sucesso, ao teste de imersão estática, procedimento decisivo para avaliação de suas condições de estabilidade no mar / Foto: Beatriz Freitas – DefesaNet
O teste foi realizado na área sul da Ilha de Itacuruçá, a cerca de 4 milhas náuticas do Complexo Naval de Itaguaí, na Baía de Sepetiba, local onde foi instalada uma boia poitada ao fundo à qual o submarino permaneceu amarrado até seu retorno à superfície / Foto: Beatriz Freitas – DefesaNet

O “Riachuelo”, primeiro dos quatro submarinos de propulsão diesel-elétrica em construção no âmbito do Programa de Desenvolvimento de Submarinos da Marinha do Brasil (PROSUB), realizou o  teste de Imersão Estática, procedimento decisivo na avaliação de sua estabilidade no mar.

O teste, realizado em área marítima próxima ao Complexo Naval de Itaguaí, na Baía de Sepetiba, litoral Sul do estado do Rio de Janeiro, é o primeiro de uma série de avaliações que precederão a entrega definitiva do “Riachuelo” ao Setor Operativo – Comando da Força de Submarinos, prevista para o segundo semestre de 2020.

A imersão estática do “Riachuelo” consiste na admissão controlada da água nos tanques de lastro do submarino, até a sua imersão completa, sem utilizar sua propulsão.

Desse modo, é possível aferir não apenas a estanqueidade e estabilidade do submarino quando mergulhado, mas também coletar dados sobre o volume de água que foi admitido nos tanques internos, essenciais para o conhecimento do seu deslocamento total.

O teste foi realizado na área sul da Ilha de Itacuruçá, a cerca de 4 milhas náuticas do Complexo Naval de Itaguaí, na Baía de Sepetiba, local onde foi instalada uma boia poitada ao fundo à qual o submarino permaneceu amarrado até seu retorno à superfície.

Os testes em ambiente operacional do “Riachuelo” representam mais um passo importante no cronograma do ProSub, um programa alinhado à Estratégia Nacional de Defesa. Além de contribuir para o fortalecimento do Poder Naval brasileiro, o ProSub prioriza a aquisição de componentes fabricados no País, estimulando o crescimento do parque industrial nacional, e atesta a elevada capacidade tecnológica absorvida pela Marinha do Brasil e pela Itaguaí Construções Navais (ICN) na construção de navios de alta complexidade.

Submarino “Riachuelo” realiza teste de imersão estática

Leia também:

Brasil é reeleito para o Conselho da Organização Marítima Internacional

https://www.marinha.mil.br/noticias/brasil-e-reeleito-para-o-conselho-da-organizacao-maritima-internacional


Marinha do Brasil realiza última cerimônia de substituição da Bandeira Nacional do ano

https://www.marinha.mil.br/noticias/marinha-do-brasil-realiza-ultima-cerimonia-de-substituicao-da-bandeira-nacional-do-ano


Capitania dos Portos de São Paulo sedia o 1º Exercício de Segurança Física Nuclear em Porto

https://www.marinha.mil.br/noticias/capitania-dos-portos-de-sao-paulo-sedia-o-1o-exercicio-de-seguranca-fisica-nuclear-em-porto

Comandante da Marinha diz que Brasil precisa de dois bilhões de reais para evitar novos desastres no mar

https://brasil.elpais.com/brasil/2019/11/20/politica/1574207509_692336.html

 

Veja também

EMBARCANDO NA REAL

Precisamos decidir, para o bem de todos, que a pesca não tem nada a ver ...

UMA PRAIA, UMA GAROTA, UM TUBARÃO

A praia é deslumbrante: uma baía pequena e isolada, com ondas de um azul-turquesa cristalino ...

ÁGUA ALIENÍGENA

Água em outros planetas pode ser bem diferente da que existe na Terra. A água ...

O MAPA DA PESCA: DESENVOLVIMENTO

Ministra diz que pesca deve ser indutora do desenvolvimento brasileiro. Tereza Cristina participou de reunião ...