INTOXICAÇÃO ALIMENTAR

A intoxicação alimentar é uma doença causada pela ingestão de alimentos que contém organismos prejudiciais ao nosso corpo, como bactérias, parasitas e vírus. Eles são encontrados principalmente na carne crua, frango, peixe e ovos, mas podem se espalhar para qualquer tipo de alimento.

Você pode se proteger se tomar as devidas precauções com os alimentos que consome / Imagem: Chiara Zarmati/The New York Times.

A intoxicação alimentar pode acontecer com alimentos que são deixados ao ar livre ou que ficaram armazenados por muito tempo. Às vezes, a intoxicação alimentar acontece quando você não lava as mãos antes de tocar na comida.

Na maioria das vezes, a intoxicação alimentar é suave e desaparece após alguns dias. Tudo o que você pode fazer é esperar seu corpo para se livrar do germe que está causando a doença. Mas alguns tipos de intoxicação alimentar podem ser mais sérios – nesses casos, você precisa ver um médico.

Sintomas  – Os sintomas da intoxicação alimentar geralmente afetam o estômago e intestinos, sendo que o sinal mais comum é a diarreia. Outros sintomas incluem: Náusea, Vômitos, Diarreia aquosa, Dor abdominal e cólicas, Febre.

Esses sintomas podem começar dentro de horas após a ingestão do alimento contaminado, mas pode demorar dias ou até mesmo semanas em alguns casos. A intoxicação alimentar geralmente dura de um a 10 dias. Tudo depende do organismo que te infectou e quais as suas condições de saúde no geral.

Prevenção

  • Lave as mãos, os utensílios e as superfícies de alimentos muitas vezes. Lave bem as mãos com água morna e sabão antes e depois de manusear ou preparar alimentos. Use água quente e sabão para lavar os utensílios e outras superfícies que você utiliza para cortar alimentos
  • Mantenha os alimentos crus separados de alimentos prontos para o consumo. Ao fazer compras, preparar a comida ou o armazenar alimentos, mantenha a carne crua, aves, peixes e frutos do mar longe de outros alimentos. Isso impede a contaminação cruzada
  • Cozinhe os alimentos a uma temperatura segura. A melhor maneira de saber se os alimentos são cozidos a uma temperatura segura é usar um termômetro próprio para cozinhar alimentos. Você pode matar organismos nocivos na maioria dos alimentos por cozinhá-los à temperatura certa. Carne moída deve ser cozido a 71°C, enquanto bifes e assados devem ser cozidos a pelo menos 62,8°C. Porco precisa ser cozido a pelo menos 71°C), frango e peru precisam ser cozidos a 73,9°C. O peixe é geralmente bem cozido a 62,8°C
  • Refrigerar ou congelar alimentos perecíveis prontamente. O ideal é refrigerar ou congelar dentro de duas horas após comprá-los ou então prepará-los
  • Descongele os alimentos com segurança. Não descongele os alimentos à temperatura ambiente. A maneira mais segura para descongelar alimentos é na geladeira. Se for usar o micro-ondas, use o “degelo”. Manter água fria corrente sobre a comida também descongela com segurança
  • Jogue o alimento fora em caso de dúvida. Se você não tem certeza se um alimento foi preparado, servido ou armazenados de forma segura, descarte-o. Alimentação deixada à temperatura ambiente por muito tempo pode conter bactérias ou toxinas que não podem ser destruídas por cozimento. Mesmo que ela cheire bem ou tenha boa aparência, pode não ser seguro comer.

 

Leia e veja tudo que viocê precisa saber sobre o assunto:

https://www.minhavida.com.br/saude/temas/intoxicacao-alimentar

 

Primeiros Socorros

Veja também

MINIGUIA DE PEIXES: O PREPARO MAIS INDICADO PARA CADA VARIEDADE DE PESCADO

Produto variado, versátil e abundante no cardápio brasileiro, o peixe possibilita várias opções de preparo. ...

PESCADO NÃO-CONVENCIONAL

GPA lança Programa de Consumo de Pescado não-convencionais. Programa contempla espécies como: Pargo-Rosa, Sororoca, Carapau, ...